Posteado por: Cucha Independentista | 3 junio 2009

Posiçom de NÓS-Unidade Popular perante as eleiçons ao Parlamento europeu

 

A convocatória de eleiçons ao Parlamento da Uniom Europeia para o próximo dia 7 de Junho voltou a evidenciar, em nossa opiniom, duas questons a ter em conta por quem, como nós, defende as posiçons e interesses do povo trabalhador galego:

1ª- Que o Estado espanhol mantém um péssimo estado de saúde democrática, com um governo autodefinido como “progressista” a tentar evitar a apresentaçom das listas incómodas aos planos do grande capital e do espanholismo institucional.

A derrogaçom da Lei de Partidos deve continuar a ser umha prioridade para qualquer democrata, e o silêncio sepulcral de organizaçons como o BNG perante a tentativa de ilegalizar a candidatura da Iniciativa Internacionalista por parte do governo do PSOE é um sinal do nível de degeneraçom política atingido por essa formaçom, que se situou nesta ocasiom à direita dos próprios tribunais espanhóis.

Convém sublinhar agora que NÓS-Unidade Popular foi a primeira organizaçom política galega a denunciar o ataque governativo à Iniciativa Internacionalista. Nom o figemos porque essa seja a candidatura do soberanismo galego de esquerda, que nom é. Figemo-lo porque a defesa dos direitos fundamentais fica por cima de qualquer consideraçom partidária ou interesse particular, e porque distinguimos perfeitamente quem é e quem nom é o nosso inimigo. Daí também que no nosso posicionamento citássemos expressamente a presença de compatriotas na lista inicialmente anulada.

2ª- Que continua sem ser possível a configuraçom de um espaço unitário da esquerda soberanista galega.

Em funçom dessa realidade, NÓS-Unidade Popular poderia agora optar por um voto nulo, em branco ou mesmo pola abstençom activa, como temos feito noutras ocasions. Porém, desta vez existe umha candidatura que está em condiçons de aglutinar o voto anti-sistema e anticapitalista, contra a Espanha monárquica e antidemocrática.

Nom podemos deixar de manifestar que, como é evidente, foi para nós umha grande satisfaçom comprovarmos que finalmente podia apresentar-se a candidatura Iniciativa Internacionalista, apesar das pretensons do governo espanhol.

Em definitivo, NÓS-Unidade Popular pede o voto para Iniciativa Internacionalista no próximo dia 7 de Junho, como melhor forma de dizermos, nesta ocasiom concreta, NOM à Lei de Partidos e SIM à Europa dos povos; NOM à Europa do capital e SIM à luita internacional polo socialismo.

A nossa palavra de ordem é, neste momento, votar pola Iniciativa Internacionalista e continuar a trabalhar, antes e depois do dia 7, pola construçom em todos os ámbitos da alternativa anticapitalista e soberanista que a Galiza necessita.

 

Direcçom Nacional de NÓS-Unidade Popular

Galiza, 1 de Junho de 2009

Anuncios

Categorías

A %d blogueros les gusta esto: